Motor, embreagem, chassi e cabos. Quais peças fazem a diferença no desempenho da sua moto? Quantas devem ser priorizadas para otimizar a performance em duas rodas? A resposta, como vamos ficar gratos em responder, é: depende. Depende muito daquilo que você quer atingir. O objetivo de um motociclista que deseja pegar estrada pode ser extremamente diferente daquele que vai enfrentar os complicados engarrafamentos em uma metrópole.

Saber quais peças desgastam mais rápido, e por quais razões, faz uma enorme diferença para entender como prolongar a vida útil de uma motocicleta. Fato! Embora o básico todo mundo já conheça, muitos ignoram ou esquecem de realizar as manutenções periódicas, colaborando para acelerar o desgaste da peças. Vamos verificar alguns procedimentos básicos:

  • Calibrou os pneus apropriadamente?
  • Os pneus estão desgastados?
  • A corrente foi lubrificada?
  • Os cabos de comando foram lubrificados?
  • Os cabos desgastados foram substituídos?
  • Como está o nível do óleo do motor?

Feito isso, conseguir o melhor desempenho da sua moto envolverá também substituir as partes individuais – que constituem as engrenagens de sua moto – por peças comprovadamente qualificadas. Dependendo do tanto que você pretende investir, você irá descobrir diversas possibilidades para mudar sua moto para melhor.

Alguns poderão afirmar que esses aprimoramentos não são necessários para a maioria das situações, no entanto, possuir em mãos um nível garantido de performance e segurança só pode ser um bom investimento.

O problema, muitas vezes, não é a falta de conhecimento técnico, e sim, decidir por qual marca escolher para otimizar a motocicleta. A substituição de peças por marcas de qualidade, como a Controlflex – que oferece uma linha completa de produtos com alta diversidade de aplicação e compatibilidade de modelos – garante a durabilidade e eficiência do modelo, levando ao motociclista à certeza de que as peças escolhidas contribuirão para a experiência de pilotar uma moto com velocidade e segurança.