O filtro de ar, como o nome já diz, tem a função de filtrar as impurezas e sujeiras que podem entrar no motor e danificá-lo.

Como qualquer outra peça de moto, o filtro de ar também precisa ser regularmente inspecionado para manutenção. Você sabia que andar de moto com um filtro de ar sujo diminui o rendimento do motor e ainda é responsável por aumentar o consumo de combustível? Provavelmente já sabia né?

Pois é, por isso nem pense em andar por aí sem um desses. A manutenção preventiva periódica contribui também em preservar a vida útil de várias peças de motos, como pistões, bielas, cilindros e anéis. Agora dá para ver vantagem, hein?

Mas afinal, qual é a hora certa para trocar o filtro de ar da moto?

Não há um prazo fixo exato para a troca, pois vai depender de muitos fatores como o uso da moto e o tipo de terreno que costuma frequentar. Contudo, a quilometragem média de 10.000 Km para limpeza ou troca do filtro é uma boa medida para se ficar de olho.

Antes de pensar em efetuar a troca, você mesmo pode verificar se é possível realizar uma simples limpeza. Você deve antes observar a quantidade de sujeira impregnada na superfície. Mas não deixe se enganar por um visual aparentemente limpo – mesmo partículas pequenas podem impregnar os poros do filtro de ar.

Você verá a orientação de muitos sites de motos e fóruns indicando o uso de querosene ou outros produtos químicos, mas a maneira mais comum e barata para fazer essa limpeza é com água e sabão. Na dúvida, procure por um mecânico para instruí-lo da melhor maneira possível.

O recomendado é você sempre comparar um filtro de ar novo com um já desgastado para você entender qual o momento certo de trocá-lo. Ao comparar os dois – o usado e o novo – veja a diferença nos aspectos e no encaixe de cada um. O filtro de ar precisa cumprir a sua função de lacrar corretamente a passagem de ar.

A troca em si é extremamente simples. Basta apenas desencaixar o antigo e trocar por um novo.