Para facilitar a vida dos motociclistas que desejam entender melhor o funcionamento das peças de motos e qual a função de cada uma durante a pilotagem, a Controlflex criou a série “Peças de motos: Como funcionam?”, que periodicamente produz artigos explicando com mais detalhes a atuação de algumas peças essenciais.

Para esse capítulo, vamos abordar com mais atenção a participação dos cabos de freio, que exercem um papel importante na frenagem da moto que utiliza freios a tambor.

As motocicletas aceleram rapidamente e conseguem atingir velocidades bem altas, mas é de um sistema de freio eficiente que você depende para frear sempre que for preciso.

Os cabos de freio da motocicleta são fabricados em aço e desenvolvidos para serem extremamente resistentes. Os cabos são constituídos por três partes principais: o cabo interno, o cabo de proteção exterior flexível revestido de plástico, e as pontas que se conectam à alavanca em uma extremidade e à unidade do freio na outra.

Quando o motociclista aciona a alavanca do freio, ele dá início a todo o mecanismo de frenagem. Assim que a alavanca é pressionada, o cabo do freio imediatamente aciona o braço do freio – o dispositivo de regulagem do braço do freio é responsável por regular a distância entre as sapatas do freio e o tambor. Em seguida, o excêntrico de acionamento do freio é movimentado, fazendo com que as sapatas do freio sejam expandidas, provocando o desejado atrito contra o tambor de freio.

Um dos problemas mais comuns em sistemas de freios a tambor é a quebra dos cabos da moto, muitas vezes por desgaste natural. As condições dos cabos devem ser sempre inspecionadas para verificar a necessidade de lubrificação ou troca.

Você já conhece os cabos de freio da Controlflex? A Controlflex atende as maiores montadoras do país e seus produtos são desenvolvidos por uma especializada engenharia, para quem busca a mesma qualidade e desempenho do original. Não deixe de conferir o nosso catálogo e conheça os cabos que estão disponíveis para o seu modelo.