Ninguém precisa ser mecânico para aprender sobre o funcionamento das peças de motos. Na série “Peças de motos: Como funcionam?”, a Controlflex esclarece aos motociclistas detalhes importantes sobre a função e a atuação de cada peça em uma moto. Nessa semana, vamos explicar melhor como funcionam os discos de embreagem e como eles atuam dentro da embreagem da moto.

O objetivo da embreagem é a de desconectar temporariamente o motor da transmissão. Esse desengate é essencial para a operação de uma motocicleta moderna. Caso contrário, você teria que desligar o motor em cada parada, e nunca seria capaz de mudar de marcha. Um carro, por exemplo, mesmo que tenha uma transmissão automática, também tem uma embreagem (ou mais). Mesmo a sua furadeira elétrica, provavelmente, tem uma embreagem.

Em uma motocicleta o processo é simples. O motociclista precisa puxar a alavanca da embreagem para desengatar a transmissão e, em seguida, soltar novamente a alavanca a fim de engatar as engrenagens da transmissão com o motor. Mas o que será que acontece dentro da embreagem quando puxamos e soltamos essa alavanca?

Quando a alavanca é puxada, a transmissão é desengatada do motor. No interior do conjunto da embreagem, existe uma série de discos de fricção. Eles são redondos, com um buraco no centro, e se encaixam ao longo do cubo da embreagem. Ao puxarmos a alavanca da embreagem, liberamos a pressão que mantém os discos se tocando, permitindo que o volante do motor possa rodar livremente. Ao soltar a alavanca, os discos se apertam novamente uns sobre os outros, e engatam o motor com a transmissão.

A embreagem trabalha justamente para trocar as marchas: você desengata a transmissão do motor por um momento, muda as engrenagens do câmbio, e retoma com uma marcha diferente. Os discos da embreagem ajudam a realizar a troca suavemente. Da próxima vez que você pilotar sua moto, tente sentir o que está acontecendo dentro de sua embreagem no momento em que você acionar a alavanca e soltá-la. Você deverá perceber o instante em que ocorre o ponto de atrito – onde os discos começam a se encaixar e as engrenagens se movimentam no ponto de união onde a transmissão se envolve completamente com o motor.

Uma das causas mais comuns para desgastar os discos de embreagem, ocorre porque motociclistas abusam ao acionar o manete e não largam, gerando atrito desnecessário. Então fica a dica, quanto mais rápido você conseguir realizar o encaixe das engrenagens, melhor será para prolongar a vida útil dessas peças.