A função do pistão no motor é, após receber a explosão, transformar o movimento linear gerado em rotação no virabrequim.

 

Mas afinal, o que é o pistão?

pistão é a parte do motor que participa do ciclo de funcionamento e inicia o trabalho mecânico a partir da expansão dos gases queimados, levando força à árvore de manivelas por intermédio da biela.

 

O QUE O PISTÃO FAZ PELA SUA MOTO?

O pistão é item fundamental para o funcionamento perfeito do motor.  A peça deve resistir ao calor, atrito e inércia, além de suportar as vibrações causadas pelo virabrequim (eixo de manivela) e pelo comando de válvula.

 

DO QUE É FEITO?

O pistão costuma ser produzido em alumínio ou de níquel, materiais que garantem a resistência, leveza e a força necessária para que a peça cumpra sua função no motor.

 

ONDE FICA E COMO FUNCIONA?

O pistão fica localizado dentro do cilindro do motor e funciona basicamente à base da “pressão”. A peça  desce e abre espaço para a mistura de ar-combustível entrar; em seguida, sobe pressionando essa mistura. A “pressão” atinge o ponto máximo e, nesse ponto, a vela de ignição gera uma faísca, aumentando repentinamente a temperatura e fazendo com que ocorra a explosão da mistura, empurrando o pistão novamente para baixo e forçando todas as outras peças do motor a se movimentarem.

 

COMO FAZER A INSTALAÇÃO DOS ANÉIS E DO PISTÃO?

Para funcionar bem, os anéis precisam estar montados corretamente, nunca com suas aberturas alinhadas.  Eles vedam a câmara de combustão enquanto suportam o calor extremo e a fricção no interior do cilindro. Os anéis são responsáveis ainda pela compressão e raspagem de óleo, ajudando a criar uma película de lubrificação no motor evitando o desgaste.

 

COMO ESTIMAR A DURABILIDADE DO MOTOR ?

A durabilidade do motor dependerá das condições gerais do motor e também do motociclista.

Seguem abaixo algumas dicas para aumentar a durabilidade do motor:

  • Realizar a troca do óleo e uma limpeza completa no cárter para evitar que fiquem partículas sólidas no óleo, que poderão ocasionar riscos no
  • Verificar se a pressão da bomba de óleo está correta.
  • Trocar o filtro de ar.
  • Seguir as recomendações da montadora quanto ao amaciamento do motor.
  • Realizar a troca periódica de óleo e filtros conforme orientações da montadora.

Agora que você já tem todas essas informações, fica mais fácil ficar de olho no bom funcionamento da mecânica da sua moto. E lembre-se: se você detectar que sua moto precisa trocar peças, opte pela marca que oferece qualidade e segurança a um preço justo.

As peças VINI acompanham os padrões de engenharia das principais montadoras do mundo, além de contar com a distribuição e a garantia do Grupo Controlflex.